domingo, 7 de agosto de 2011

Fortaleza – Calorosa Magia !


Ai gente,

Viajei a Fortaleza – CE nas minhas férias, e foi uma das coisas mais lindas que já vivenciei na vida...
31 graus às 10:30h da manhã, olhar os navios navegando no mar, visitar um ponto turístico maravilhoso chamado ‘Dragão do Mar’, com exposições e restaurantes decorados todos coloridinhos, foi apaixonante.  
Mas, claro que eu, como boa paulistana, tenho que dar minha opinião e dicas aos futuros viajantes. #O Blog tem que ser útil, né?

Então, fica a dica para quem viajar para lá:
Se hospedem no  FELLER SPAZZIO Fortaleza – Hotel. Lá é um Hotel próximo a Av.Beira Mar, onde tem a praia de Iracema e a Feirinha de Artesanato, tão famosa. Do Hotel dá para ver o mar, o atendimento foi excelente, além do quarto ser estilo ‘apart hotel’, ou seja, apartamento - hotel, onde tem cozinha – para quem quiser cozinhar em vez de comer fora – e uma sala super confortável para assistir TV no fim da noite, curtindo a brisa do mar que vem da sacada...

Já aviso de antemão, que o Hotel não é um dos mais baratos de lá, por ter essas facilidades comentadas acima, mas o Hotel faz promoções com agências de viagens, barateando as diárias. Vale a pena se informar com eles, viu?!

Seguem fotos tiradas do quarto onde fiquei,  uma minha, curtindo a viagem, e o link de um site de viagens, comentando sobre o mesmo. 100% Indicado !





14° Festival do Japão - Eu Fui !


Oie Galerinha,

Estava de férias e volto cheia de ‘bafões’ para comentar com vocês!

O primeiro bafão é o 14° Festival do Japão ao qual eu compareci, ocorreu nos dias 15, 16 e 17/07/2011. Eu fui no dia 16/07 e simplesmente A-M-E-I.

Primeiro lugar, a organização: Ao chegar no metrô Jabaquara, haviam pessoas indicando onde pegar o ônibus gratuito até lá, disponibilizado em parceria com a Prefeitura de SP ;
Segundo lugar, os visitantes e expositores são super tranqüilos :  Gente, é maravilhoso ir num evento grande como esse, e ouvir tão pouco barulho. Geralmente, você ouve a galera gritando, crianças chorando,  enfim, aquela ‘zona’. Mas nesse evento simplesmente ouvi o som habitual, pessoas conversando de boa, sem gritar ou falar alto, e as crianças – maioria descendente de orientais, claro! – super tranqüilas. #Senti orgulho de minhas origens!
Terceiro lugar, as exposições da cultura, de forma minuciosa: Para quem não conhece nada da cultura japonesa, ir num evento como esse é certeza de passar a conhecer da mesma, pois além de danças típicas, os quiosques tem de tudo sobre a cultura: comida, roupas, fotos, decoração, agências de viagens, entre outros .

Resumidamente: Totalmente indicado! J Ano que vem quero ver todo mundo lá !!
Seguem fotinhas do evento abaixo. Sei que não ficaram fantásticas, pois foram tiradas de celular.Mas, dá para ver um pouquinho de alguma coisa, né?! (*A minha foto predileta é da imagem de Buda.) Em seguida, o link comentando sobre o evento.