quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Denúncias de Maus Tratos

 Friends,

Desde semana passada, minha irmã tem ficado muito triste com as notícias envolvendo o Instituto Royal, que foi invadido pelos ativistas para recuperação dos cães da raça Beagle, que supostamente estavam recebendo maus tratos em testes realizados no laboratório da empresa.

A tristeza dela é compartilhada por mim, em suas variáveis. Primeiro, que sou contra qualquer tipo de teste em animal. (Opinião particular) Segundo, que sou revoltada quanto a repercussão que a mídia brasileira realiza, principalmente na televisão, com cada emissora ridiculamente escolhendo 'um lado' para ficar e defender. A rede Globo de televisão por exemplo, adora mostrar o quanto os ativistas são 'bandidos e ladrões', e o quanto a empresa Royal foi 'lesada' com o roubo. E as denúncias de maus tratos?  E a legislação, onde fica?

Esse 'hábito' da televisão querer defender sempre 'um' lado da história me irrita. Na Internet, você pode perceber que as notícias são discutidas amplamente, com pessoas contra ou a favor. No mínimo, o que a televisão deveria fazer era isso - expôr o fato, mostrando todos os lados e deixando as pessoas tirarem suas próprias conclusões.

Eu mesma, ao publicar o comentário abaixo (colado na íntegra, como está no meu Facebook), tive repercussões. E, de forma civilizada, debatemos o assunto em várias pessoas. Algumas opiniões nem sempre estão de acordo com as minhas, mas falar sobre o tema é sempre válido.

Bom, primeiramente, gostaria de compartilhar com vocês um vídeo da apresentadora e ativista Luisa Mell, que explica de forma detalhada como foi a manifestação. Pela descrição dela, dá para perceber o quanto a televisão se apropriou de versões próprias, fazendo o público acreditar que os ativistas eram apenas 'pessoas baderneiras'.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR

Minha opinião? Esse foi o meu texto escrito no Facebook na data de hoje, num total desabafo e revolta com esse assunto:


PRONTO, FALEI !

A respeito da polêmica sobre a invasão dos ativistas no laboratório do Instituto Royal, tenho apenas uma coisa a declarar: Esse é um excelente momento para que seja discutido, de verdade, a possibilidade de retirarmos os testes em animais. Eu tenho plena consciência de que :

- Os testes em animais são realizados em produtos diversos que utilizamos em nosso dia a dia, como cosméticos, entre outros ;

- Também tenho consciência, de que muitas vezes, os chamados ‘cientistas’ encontram-se sem muitas opções de onde realizar os testes, a não ser nos animais, pois afinal, fazer teste em ‘ser humano’ ainda não foi aprovado (que eu saiba...) ;

-  Também tenho consciência, de que a legislação tanto brasileira como mundial ainda não resolveu essa questão ;

- Porém, TAMBÉM EXISTE uma LEGISLAÇÃO BRASILEIRA contra O MAU TRATO aos animais:
Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos” – Lei nº 9.605.

Resumidamente:
O Instituto Royal cometeu um crime, e deve ser punido por isso, conforme lei ;

Mesmo tendo consciência do ‘lado científico’ da coisa, NÃO CONCORDO e NÃO APOIO com o MALTRATO AOS ANIMAIS, sejam eles RATOS, COELHOS, CÃES, GATOS OU QUALQUER OUTRO ANIMAL. Se o vegetarianismo existe, ou seja, se é possível vivermos sem nos alimentarmos de outros animais, porque não pode haver uma solução para a realização de testes dos produtos? Vamos colocar isso em pauta, pois COM CERTEZA, EXISTE UMA SOLUÇÃO!  
ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DE PROGREDIRMOS NESSAS QUESTÕES! CRIAMOS OBJETOS INCRÍVEIS TECNOLÓGICOS, E NÃO PODEMOS CRIAR UMA NOVA REGRA SOCIAL/CIENTÍFICA ONDE PODEREMOS POUPAR VIDAS DE ANIMAIS? QUAL É A DIFICULDADE DE COMPREENDER QUE OS ANIMAIS EM GERAL FAZEM PARTE DE NOSSA ESTRUTURA SOCIAL E MERECEM SER TRATADOS COM TAL DIGNIDADE POIS TEM UMA VIDA E SENTEM EMOÇÕES, E NÃO COMO MEROS OBJETOS? Gente, progresso pelo amor!

 
Outra notícia que li sobre o assunto, achei super interessante e desejo compartilhar com vocês.
A blogueira Carolina Romanini escreveu uma matéria falando sobre as empresas que utilizam testes em animais. (CLIQUE AQUI PARA LER)

Fiquei bem desapontada em ver o quanto empresas que eu uso participam desse método - o que me faz questionar se irei continuar comprando seus produtos, da mesma forma que me revoltei com a rede de lojas Zara antigamente, quando fiquei sabendo que ela se utilizava de mão escrava...

Enfim, acredito que uma mudança concreta de comportamento vai levar tempo...mas, acho que termos consciência do que nos rodeia e que é ultrapassado, é o primeiro passo para isso. O que eu tiro de lição de tudo isso que está ocorrendo, é que, precisamos urgente cobrar de nossos governantes e empresas privadas uma maior solução nos problemas ambientais e de causa animal. Está mais do que na hora, não é mesmo?

PROGRESSO URGENTE !! \o/ 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário